Tudo sobre a Agricultura Biológica
Sábado, 21.05.11

Os Açores são a região do país com menos agricultura biológica, quer em termos absolutos quer relativos. Segundo o Recenseamento Agrícola de 2009, existem nos Açores apenas 14 explorações de agricultura biológica, o que representa apenas 0,1% do total de explorações agrícolas na Região. Em ambos os casos, são os valores mais baixo do país.
A nível nacional, 0,4% das explorações agrícolas são biológicas, o que representa cerca de 1.221 explorações. Os Açores representam 1,11% desse total o que, sendo muito inferior ao nosso peso populacional, tem um valor relativo ainda mais residual se se tiver em conta que o total de explorações agrícolas açorianas representa 4,4% das nacionais...
A região onde existem mais explorações de agricultura biológica é o Alentejo, com 0,8% das suas explorações agrícolas e um total de 337 certificadas. Em termos de peso relativo segue-se a Madeira, onde 0,5% das explorações são biológicas (quase 3 vezes mais). 
Mais impressionante ainda é que no espaço de uma década, o número de explorações com agricultura biológica diminuiu! Não no país, onde houve um crescimento generalizado, que em média atingiu os 50%. Nos Açores foi um autêntico contraciclo: em 10 anos, o número de explorações baixou 54%... Em 1999 eram 30, hoje são apenas 14... Foi caso único no país!
O Recenseamento Agrícola confirma também a total incapacidade regional a que se chegou ao nível do auto-abastecimento de produtos básicos, como é o caso das hortícolas. Nas horticolas intensivas há apenas 200 hectares, o que representa 0,17% da área agrícola, enquanto que nas hortícolas intensivas há 300 hectares (cerca de 0,25% da área). Neste caso não é possível comparar com os dados do Recenseamento de 1999, mas no caso da batata dá: em 1989 havia 1.731 hectares cultivados, em 1999 já pouco mais de mil, e em 2009 apenas 500 hectares! Acontece o mesmo com as leguminosas secas para grão, em que em 2009 apenas estavam plantados 100 hectares: em 1989, só em feijão, havia 1.300 hectares!

fonte:http://www.diariodosacores.pt/i

tags:
publicado por adm às 19:05 | link do post | comentar | favorito
pesquisar neste blog
 
links